O Observatório Municipal de Ambiente e Território de Loulé é o nome de uma nova ferramenta digital que pretende dar resposta à “necessidade de integrar e disponibilizar a informação relativa ao território municipal, nos domínios do Ambiente, Economia, Sociedade e Território”, explica a autarquia do sul de Portugal, em comunicado.

Depois de aprovada a Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Loulé, em 2006, o município explica que “pretende promover uma resposta coerente e fundamentada” às diversas “problemáticas relacionadas com as alterações climáticas”. Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal, destaca a importância desta nova resposta, criada pelo município.

“A criação deste Observatório é mais um passo na longa caminhada que temos vindo a fazer para responder àquela que consideramos ser a principal ameaça ao futuro da Humanidade. Fomos um dos primeiros municípios a olhar para esta problemática e esta plataforma é mais um dos exemplos do nosso empenho em desenvolver um trabalho planeado, fundamentado e transparente”, destaca o responsável.

O Observatório Municipal de Ambiente e Território de Loulé (OMAT) foi criado pelo município local. A ferramenta foi desenvolvida e financiada no âmbito de uma candidatura ao Programa Regional CRESC Algarve 2020. A página pode já ser consultada online, por qualquer cidadão com acesso à internet.

Tagged: