Foto: SMAS de Sintra

O biólogo alemão Andreas Noe, também conhecido como o ‘O viajante do lixo’, encontra-se a percorrer Portugal de norte a sul, com o objetivo de contribuir para um planeta mais limpo. Uma das iniciativas promovidas pelo profissional é designada “A caminhada das beatas”. A ação teve início em Viana do Castelo, a 5 de agosto, e terá lugar em mais de 30 concelhos, até terminar a 28 de setembro em Tavira.

Através desta ação, “já foram recolhidas mais de 200 mil beatas”, sendo que o “objetivo passa por alcançar o recorde mundial de recolha de beatas – cerca de um milhão – e sensibilizar para os malefícios ambientais do seu abandono no espaço público”, referem os serviços de comunicação dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS de Sintra). Além da limpeza dos espaços, Andreas Noe pretende mostrar que “após a desintoxicação” dos resíduos recolhidos, estes “podem ser transformados em novos produtos, dando forma ao conceito da economia circular”.

No último ano, Andreas Noe recolheu “cerca de 1.6 toneladas de plástico da costa portuguesa, no âmbito do seu projeto ‘The plastic hike’, em que percorreu 1.132 quilómetros a pé ao longo da costa portuguesa, do Minho ao Algarve”. “Ainda que tenham sido recolhidas 1.6 toneladas de lixo, o foco não é a limpeza! O objetivo principal é o de mudar hábitos e reduzir a utilização de plástico descartável tanto quanto possível e focarmo-nos numa economia circular”, explica o biólogo, que anda sempre acompanhado pelo seu ukelele.

Tagged: