A dedicação voluntária de um conjunto diverso de cidadãos permitiu plantar 21.029 árvores, arbustos autóctones e plantas dunares nativas, restaurar uma extensão de 1,6 quilómetros de habitats ripícolas e controlar 21,3 hectares de plantas invasoras. Tal aconteceu no âmbito do “Life Volunteer Escapes”, um projeto que recebeu voluntários inscritos na plataforma Corpo Europeu de Solidariedade. A iniciativa esteve em vigência em Torres Vedras, entre janeiro de 2018 e junho de 2021, e recebeu um total de 20 voluntários.

Com o apoio do “Programa Life”, o projeto “Life Volunteer Escapes” foi coordenado pela MONTIS – Associação de Conservação da Natureza, e contou com parceira da Câmara Municipal de Torres Vedras e outras entidades nacionais. Todos os envolvidos inscreveram-se neste projeto com o propósito de participar em atividades de conservação da natureza e de biodiversidade naquela região portuguesa.

No âmbito desta iniciativa, foram ainda levadas a cabo 37 ações de voluntariado abertas à população, o que permitiu contar com o contributo de mais de 5 mil cidadãos, entre os quais funcionários de empresas, escuteiros, alunos, entidades privadas e sem fins lucrativos. O “Programa Life” consiste num instrumento financeiro comunitário que tem como propósito contribuir para a execução  e o desenvolvimento das Políticas e Estratégias Europeias na área do ambiente.

Tagged: