O Santuário de Fátima acolheu esta quarta-feira uma celebração que recordou a quarta vez os pastorinhos viram Nossa Senhora do Rosário de Fátima. A 19 de agosto de 1917, os videntes viram Maria nos Valinhos de Fátima. Tal não aconteceu no dia 13, uma vez que as crianças “tinham sido levadas pelo administrador do concelho, para Vila Nova de Ourém para interrogatório”, conforme recorda neste dia o templo mariano.

Numa celebração que recordou as memórias dos pastorinhos e que teve lugar na Basílica da Santíssima Trindade, Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, incentivou os fiéis a ver “de que modo as aparições testemunham a imensa bondade de Deus, deixando neste lugar uma mensagem de esperança e um apelo à oração constante e confiante”.

O responsável lembrou que a atual pandemia gerou “tempos difíceis, alterou hábitos, criou insegurança, apreensão em relação ao futuro”, mas em Fátima Maria “vem dizer que continua a haver motivo para esperança, assegura que não estamos sós e que Deus não se esquece de nós e não nos abandona, e isto é importante”. “A mensagem de Nossa Senhora neste lugar é de esperança, a esperança de quem sabe que não estamos só nas dificuldades”, sublinhou o responsável, citado pelos serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *