Para ajudar as organizações e empresas a enfrentar as transformações provocadas pela pandemia de Covid-19, a Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada, da Faculdade de Ciências Humanas, da Universidade Católica Portuguesa, vai lançar uma nova “Formação Avançada em Teletrabalho, Comunicação e Mudança nas Organizações”.

O curso tem início a 19 de fevereiro, é composto por oito módulos e terá uma carga horária de 75 horas. O objetivo, explicam os promotores, é responder a um conjunto de necessidades prementes das organizações, ajudando-as a encontrar o melhor modelo de teletrabalho, a gerir a mudança organizacional, e a comunicar ações concretas, ancoradas numa visão de futuro que agregue, motive e promova a felicidade de todos os envolvidos.

“A realidade do teletrabalho tem vindo a perdurar e faz já parte do ‘novo normal’ das organizações. No entanto, para garantir que o teletrabalho seja realmente eficaz, é indispensável adotar medidas, do ponto de vista da comunicação, que permitam que se mantenha uma interação entre as equipas, de forma a minimizar impactos negativos ao nível da produtividade e da motivação. Colocam-se, por isso, maiores desafios de comunicação relacionados com formas de partilhar informação, promover a colaboração, a confiança e a transparência, e evitar o isolamento social dos colaboradores”, refere Mariana Victorino, coordenadora executiva da ação de formação.

Tagged: