A Igreja Católica celebra o Dia de Pentecostes no próximo domingo, 31 de maio, uma celebração que o Papa Francisco fez questão de destacar na audiência geral desta quarta-feira, 27, que teve lugar na biblioteca do Palácio Apostólico do Vaticano. “Dentro de alguns dias, celebraremos a festa de Pentecostes: rezemos ao Espírito Santo para que faça de nós homens de paz e fraternidade e dê confiança e esperança ao mundo”, disse o Sumo Pontífice, numa cerimónia transmitida em direto.

 

O encontro semanal de reflexão do Santo Padre foi também uma ocasião para mostrar diferentes formas de estar na vida. “Se quase todos se comportam de maneira perversa, fazendo do ódio e da conquista o grande motor da existência, há pessoas capazes de rezar a Deus com sinceridade, capazes de escrever de outra forma o destino do homem”, demonstrou o Sumo Pontífice.

 

Segundo o Papa Francisco as pessoas que têm a oração presente nas suas vidas, como aquelas que são apresentadas nas primeiras páginas da Bíblia, são “trabalhadores de paz”. “Quando a oração é verdadeira, liberta dos instintos da violência e é um olhar dirigido para Deus, para que Ele volte a tomar conta do coração do homem”, disse o Santo Padre.

 

Na sua reflexão semanal, o Sumo Pontífice saudou os ouvintes de língua portuguesa – “A oração abre a porta da nossa vida a Deus e Deus ensina-nos a sair de nós mesmos, para ir ao encontro dos outros mergulhados na prova, dando-lhes consolação, esperança e apoio” – referiu Francisco.

 

No final do encontro semanal, o Santo Padre lembrou a memória litúrgica de São Paulo VI, que será assinalada na próxima sexta-feira, 29 de maio. “Que o exemplo deste bispo de Roma, que chegou às alturas da santidade, encoraje cada um de nós a abraçar generosamente os ideais evangélicos”, concluiu.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *