Cinco peregrinos, todos jovens, participaram no rosário, de joelhos, no exterior do Santuário de Fátima, esta quarta-feira, 13 de maio, uma imagem que ficará para a história do templo mariano, que pela primeira vez celebrou a sua peregrinação internacional de maio sem a presença física de peregrinos.

Esta manhã a Cova da Iria acordou imersa num manto de neblina, um cenário que acentua o dramatismo de um santuário vazio, em contraste com as multidões e o colorido habitual nesta época do ano. Um cenário que fará parte da história de Fátima e da Igreja, neste quadro da pandemia global, que alterou por completo a ordem mundial.

Ontem à noite, antes do início da oração do rosário, um homem e uma mulher ultrapassaram as barreiras em volta do santuário e tentaram chegar à Capelinha das Aparições, mas foram barrados pelos vigilantes e militares da GNR.

Nesta quarta-feira, já com as celebrações a decorrer, em redor do recinto de oração, encontravam-se apenas os cinco jovens, vigiados de perto por outros tantos elementos das forças de segurança.

Tagged: