Um relatório recente da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) revela que houve uma pequena redução nos níveis de desflorestação no mundo, fruto do aumento da gestão sustentável. Desde 2015, foram destruídos 10 milhões de hectares de floresta a nível global, menos dois milhões que em anos anteriores.

De acordo com o documento, existem neste momento mais de dois biliões de hectares de floresta – o equivalente a quase metade da quantidade global – com planos de gestão sustentável. Esta é uma das prioridades da Agenda 2030 e Maria Helena Semedo, vice-diretora da FAO, recorda que as florestas são uma parte importante da vida, pois dão acesso a alimentos, mobiliário, ar puro e outros benefícios.

O relatório da FAO destaca ainda que a área florestal mundial diminuiu em cerca de 178 milhões de hectares, desde 1990, com mais incidência em África e na América Latina. Em oposição, na última década, as áreas florestais têm aumentado na Ásia, Oceania e na Europa. A maioria das florestas (93 por cento do total) consiste de matas naturalmente regeneradas, sendo o resto plantado.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *