A fraternidade das Irmãs Pobres de Jesus encontra-se recentemente presente na missão de Nossa Senhora do Carmo de Inhangoma, no distrito de Mutarara, na diocese de Tete, em Moçambique. As religiosas desempenham o seu “serviço missionário” com “alegria e paixão”, destaca a diocese moçambicana de Tete, através dos meios digitais.

As Irmãs Pobres de Jesus dedicam-se a visitar as casas de “famílias de Inhangoma”, escutam aquelas pessoas, abençoam as habitações, sensibilizam os cristãos para o impacto que a oração pode ter no seio familiar, “verificam se há doentes em casa para auxílio, e rezam por eles e prestam auxílio”.

Segundo a diocese de Tete, o “projeto da escolinha paroquial já está pronto”, esperando-se pelo fim da pandemia, para que este possa ter início com a participação de “36 crianças”. Por outro lado, o “projeto de nutrição para as crianças já está a funcionar com o auxílio de leite e papas enriquecidas”. Depois das Irmãs Pobres de Jesus terem chegado a Inhangoma no passado dia 15 de maio, espera-se que no início do próximo mês de setembro os sacerdotes da fraternidade ‘O Caminho’ cheguem também àquela localidade, ficando assim a equipa missionária “completa”.

Tagged: