Foto: Lusa

As responsáveis de Espanha da Organização Internacional para as Migrações (OIM) e Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) estão de visita às ilhas Canárias (Espanha) para se inteirar da situação dos migrantes e refugiados que estão a chegar ao arquipélago e delinear um plano conjunto de cooperação e apoio institucional.

Este ano tem aumentado consideravelmente o número de chegadas por mar às ilhas Canárias, sobretudo de pessoas procedentes de países da África ocidental, que fogem da perseguição e violência na região do Sahel e da Costa do Marfim. Outras, tentam escapar à extrema pobreza, assim como das consequências do impacto da pandemia, insegurança alimentar ou das alterações climáticas.

Durante a visita, as responsáveis das duas agências têm encontros marcados com autoridades e representantes de instituições e organizações da sociedade civil, tendo como foco principal a identificação dos perfis e necessidades dos recém-chegados, o registo de pessoas com necessidades de proteção internacional, os aspetos relacionados com o tráfico de seres humanos, com os direitos humanos e liberdades fundamentais.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *