Escola encerrada
Foto: Bruno Vargas

O responsável pelo programa de Emergências Sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, teme que a reabertura das escolas em países com elevado contágio de Covid-19 agrave a propagação da doença e aconselha os governos a só reabrirem os estabelecimentos de ensino onde os níveis de contágio sejam baixos e existam medidas de resposta a eventuais casos de infeção que surjam nas salas de aula.

“Todos queremos que as crianças voltem às aulas, mas elas e os professores devem fazer isso num ambiente seguro”, afirmou o epidemiologista, numa sessão de perguntas e respostas transmitida pela OMS através da internet.

Michael Ryan lembrou que “os idosos foram muito cuidadosos em se protegerem” quando a Covid-19 foi inicialmente vista como uma doença que afetava os mais velhos ou pessoas com “certos problemas de saúde” e pediu o mesmo cuidado aos mais jovens. “Os jovens têm uma grande oportunidade de reduzir a transmissão através de seus comportamentos. Eles devem ter em conta a responsabilidade que têm nesse sentido”, realçou.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Portugal, morreram 1.743 pessoas das 52.061 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim emitido esta quinta-feira, 6 de agosto, pela Direção-Geral da Saúde.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *