Foto Lusa

O governo angolano suspendeu o pagamento de propinas em todas as instituições de ensino públicas e privadas, até que sejam retomadas as atividades letivas, ainda sem data prevista. O diploma legislativo refere que o regresso às aulas em todos os níveis de ensino irá depender da evolução epidemiológica no país.

O reinício das aulas chegou a estar previsto para o período entre 13 e 27 de julho. No entanto, “um incremento significativo de casos de infeção” com o novo coronavírus, registado nas últimas semanas, “consubstancia num quadro negativo da evolução epidemiológica da Covid-19 em território nacional”, e impede a retomada as atividades letivas, justificam os governantes.

A decisão governamental, citada pela agência Lusa, refere ainda que os diversos ministérios deverão agora “equacionar vários cenários de reajuste do calendário do ano letivo e do ano académico 2020, bem como a hipótese da sua anulação, caso não estejam reunidas as condições para o reinício das aulas presenciais durante o presente ano civil”.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *