A identidade cristã leva cada crente a “encontrar Jesus próximo” da sua vida, disse Carlos Cabecinhas, sacerdote e reitor no Santuário de Fátima, na Eucaristia a que presidiu na manhã do último domingo, 24 de maio, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

O responsável lembrou aos cristãos que é possível encontrar Cristo de várias formas, como por exemplo, “na palavra proclamada, nos outros, nos acontecimentos da nossa vida e a partir do próximo domingo experimentaremos novamente na comunidade reunida”, destacou o sacerdote, recordando aos fiéis que a partir do próximo fim de semana volta a ser possível a realização das Eucaristias com a presença de assembleia. “Jesus Cristo não se afastou, está ainda mais próximo de nós e da nossa vida”, salientou Carlos Cabecinhas, convidando os fiéis a “procurar esta experiência de encontro e deixar que Jesus abra novos horizontes de esperança”.

O responsável chamou ainda a atenção para a importância de “não se deixar aprisionar no provisório, onde o medo possa condicionar os nossos movimentos, e as dificuldades do nosso dia-a-dia possam tolher os nossos horizontes”, isto porque a Ascensão do Senhor, celebrada no último domingo, “diz que a nossa vocação é o céu, e, por isso, nada nos deve atemorizar, e isso lança luz sobre as dificuldades do momento presente, ajuda-nos a encará-las com outros olhos”.

“Nos santos pastorinhos encontramos o testemunho deste encontro com Cristo nas suas vidas, e o desejo de estar com Ele e desfrutar da Sua presença”, exemplificou o reitor do Santuário de Fátima, citado pelos serviços de comunicação da instituição, no dia em que a Igreja Católica celebrou o 54.º Dia Mundial das Comunicações Sociais, com as Eucaristias a continuarem a ser transmitidas através das plataformas digitais como medida de contenção da Covid-19.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *