Pedro Louro, missionário da Consolata português em Roma

Os Missionários da Consolata têm por norma reunir-se em assembleia geral, a cada seis anos, para avaliar, dialogar e traçar o rumo de toda a comunidade para os anos seguintes. Aproxima-se aquele que será o 14.º capítulo geral da congregação. É uma experiência sinodal por excelência de uma comunidade religiosa, em que todos são chamados a participar na reflexão que será feita pelos capitulares, em Roma, entre maio e junho de 2023.

Para a preparação, a direção geral dos Missionários da Consolata quis propor como orientação de fundo os capítulos 2 e 3 do Apocalipse, em que as Igrejas são convidadas a escutar a voz do Espírito que lhes fala. Queremos escutar a voz do Espírito. Em primeiro lugar, na Palavra de Deus, mas também na subtil voz que nos vem dos irmãos com quem vivemos, e do mundo que nos circunda com os seus desafios à evangelização.

Será quase um ano de preparação em que vos pedimos para acompanhar os Missionários da Consolata com a vossa oração. Não esqueçamos que a Igreja de Jerusalém estava em oração quando irrompeu o Espírito Santo e lhe abriu as portas para a missão.

Tagged: