Com o propósito de apoiar “comunidades fortemente afetadas pela Covid-19” na Guiné-Bissau, a Fundação Fé e Cooperação (FEC) lançou duas campanhas. Uma delas é designada “Sementes”, e, tal como o próprio nome indica, destina-se à “compra e distribuição de sementes na região de Bafatá”, de forma a “contribuir para que famílias vulneráveis se tornem autossuficientes e sejam capazes de gerir a sua própria produção e o consumo dos bens alimentares ao longo do ano”.

A outra das campanhas é designada “Materiais de estimulação para crianças com deficiência”, e tem como propósito reunir “equipamentos de estimulação sensoriomotora” para “equipar uma sala da Casa de Acolhimento Bambaran e promover o desenvolvimento integral das crianças que se encontram em situação de risco ou vulnerabilidade”, explicam os serviços de comunicação da FEC.

A fundação explica a importância desta iniciativa. “A pandemia acentuou a situação já muito desafiante vivida por comunidades vulneráveis em todo o mundo e, em muitos casos, aumentou ainda mais os desequilíbrios e desigualdades existentes”. Ambas as campanhas surgem “no seguimento de um apelo de vários parceiros na Guiné-Bissau”, conforme refere a Fundação Fé e Cooperação.

Tagged: