Foto: Marcos Correa

Um grupo de líderes religiosos do Brasil entregou esta semana na Câmara dos Deputados um pedido de destituição contra o Presidente, Jair Bolsonaro, por alegada negligência no combate à pandemia de Covid-19. A ação, subscrita por 380 pessoas, conta com o apoio do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, da Comissão Brasileira Justiça e Paz da Confederação Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) e da Aliança de Batistas do Brasil.

“A motivação principal deste pedido está relacionada com a ausência total de iniciativas da parte do governo para diminuir e conter os impactos da pandemia de Covid-19. O sufoco de Manaus é o sufoco do país inteiro, que neste momento tem população abandonada porque temos um governo que nega o direito à vida”, justificou a representante do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, Romi Márcia Bencke.

Os religiosos, entre os quais estão bispos, padres católicos, anglicanos, luteranos, metodistas e também pastores, defendem que o Chefe de Estado agiu com desprezo pela vida dos cidadãos brasileiros, retirando-lhes o direito à saúde, infringindo por isso diversos artigos da Constituição Federal.

Bolsonaro tem sido alvo de vários pedidos de destituição desde o início do seu mandato, em 2019. Até ao momento, foram apresentados mais de 60 pedidos contra o Presidente, segundo a Câmara dos Deputados, instituição que deverá analisar essas solicitações.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *