O espaço municipal do Edifício Galo, localizado em Arcozelo, no concelho de Vila Nova de Gaia, conta agora com um “abrigo temporário”, destinado à pernoita de “pessoas em situação vulnerável e que se encontram na condição de sem-abrigo”, conforme referem os serviços de comunicação municipais de Barcelos.

Este projeto-piloto faz parte de um plano de atuação desenvolvido no contexto da atual pandemia, que tem como propósito “dar uma resposta imediata a estas pessoas na época mais fria do ano”, destaca o município de Barcelos. Esta resposta deverá assim contribuir para a “coesão social e saúde pública” naquela região portuguesa, “dignificando as condições de vida de pessoas em situação de grande vulnerabilidade social”.

Segundo os envolvidos na iniciativa, esta ação assume especial importância numa “altura do ano em que as condições climatéricas são mais severas”. Além da Câmara Municipal de Barcelos, esta resposta social conta com a parceria do Grupo de Ação Social e Cristã (GASC), da organização não governamental Médicos do Mundo e do Centro Social da Paróquia de Arcozelo.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *