Cinquenta agregados familiares encontram-se a receber ajuda regular da Cáritas da Ilha Terceira e da de São Miguel, nos Açores. Este apoio materializa-se sob a forma de cabazes alimentares mensais e do pagamento de rendas de casa, eletricidade e gás. Vinte e cinco destas famílias são apoiadas no âmbito do programa nacional “Heróis doar”, criado para apoiar mensalmente pessoas desempregadas ou com falta de recursos financeiros, devido aos efeitos das medidas de contenção da Covid-19.

Segundo José António Gomes, presidente da Cáritas de São Miguel, este organismo humanitário da Igreja Católica está também pronto para, dentro das suas possibilidades, “acudir à comunidade de Rabo de Peixe, na sequência da pandemia”. “Nós já estamos a apoiar no terreno esta população fortemente afetada pela Covid-19, nomeadamente através da prestação de serviços de lavandaria e desinfeção de vestuário”, disse o responsável, em declarações ao portal ‘Igreja Açores’.

Além de famílias em dificuldades e da comunidade de Rabo de Peixe, a Cáritas de São Miguel dispõe de instalações para receber diariamente as pessoas que vivem sem abrigo. O acolhimento a estes cidadãos obrigou “a uma reorganização interna, de forma a evitar os contágios”, explicou José António Gomes. “Temos colaborado intimamente com a Direção Regional da Solidariedade Social e também com a da saúde pois trata-se de uma situação que exige medidas reforçadas de controlo da transmissão da doença”, disse o responsável, adiantando que além do alojamento, também a alimentação destas pessoas tem sido assegurada.

Tagged: