Exposição Vestida de Branco
Foto: Santuário de Fátima

Até à data de início do confinamento provocado pela atual pandemia, a 13 de março, 58.219 pessoas tinham visitado a exposição ‘Vestida de branco’, patente no Santuário de Fátima. Depois de um período encerrada a mostra voltou a abrir a 19 de maio, e, desde então, “já passaram pelo espaço museológico 14.736 visitantes”, conforme indicam os serviços de comunicação do templo mariano.

A mostra tem sido um local para visitas temáticas. A segunda, das quatro que se encontram agendadas, aconteceu na última quarta-feira, 5 de agosto, e foi dinamizada por Marco Daniel Duarte, comissário da exposição e diretor do Museu do Santuário de Fátima. A visita decorreu sob o tema ‘Singularidades das representações da Virgem Maria nas diferentes épocas históricas’, e reuniu no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade “cerca de 100 participantes”, sob medidas de distanciamento físico, de forma a evitar o contágio pela Covid-19.

Na sua intervenção, Marco Daniel Duarte destacou que a mãe de Cristo “teve um papel tão particular na história da humanidade”, e um “relevo forte na história do cristianismo”, sendo ela a “mulher mais representada na história da arte”. A exposição ‘Vestida de branco’ pode ser conhecida no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, de forma gratuita, até ao próximo dia 15 de outubro.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *