A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou esta quinta-feira, 9 de julho, a criação de um painel independente para avaliar a sua atuação e resposta face à pandemia da Covid-19. O Comité será presidido pela ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark, e pela ex-Presidente da Libéria, Ellen Sirleaf, e deverá apresentar um relatório preliminar em novembro e o definitivo em maio de 2021, durante a Assembleia Mundial da Saúde.

Segundo Tedros Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, o Painel Independente para a Resposta e Preparação de Pandemias terá como missão fazer “uma avaliação independente e completa das lições aprendidas com a resposta sanitária internacional à Covid-19”, de acordo com a resolução aprovada pelos Estados-membros na última Assembleia Geral da ONU.

A pandemia, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro em Wuhan (China), já infetou mais de 12 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo um balanço da agência France Presse. O número de vítimas mortais ultrapassa as 549 mil.

Tagged:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *