Foto: HELPO ONGD

Com o propósito de ajudar as vítimas e de reparar os estragos provocados por uma catástrofe natural num país africano, está atualmente em curso a campanha “Emergência Gombe”. A ação de angariação de fundos tem como mote “Ajude a reconstruir vidas na Ilha de Moçambique”.

Os donativos reunidos serão usados para “continuar a fazer chegar ajuda alimentar e apoio na reconstrução de habitações e escolas na Ilha de Moçambique”, refere a Helpo, uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) portuguesa, que leva a cabo a iniciativa, juntamente com a Fundação Fernando Leite Couto, localizada na cidade de Maputo.

O ciclone Gombe “atingiu a região norte e centro de Moçambique a 11 de março”, provocando “mais de 60 mortos, mais de 150 mil habitações danificadas e milhares de vidas por reconstruir”, refere a organização portuguesa, que “está a apoiar as populações afetadas desde a primeira hora, tendo contabilizado cerca de 7 mil famílias afetadas, mais de 3500 habitações totalmente ou parcialmente destruídas, e cerca de 13 mil alunos sem possibilidade de continuarem a estudar, na sequência da destruição de 100 salas de aula”. A Helpo “desenvolve projetos na Ilha de Moçambique desde 2009”, e afirma que cada doação “faz toda a diferença”.

Tagged: