Caixas Solidárias
Foto: CMC

A “Cascais Corrida de Natal” aconteceu de forma dispersa, com os participantes a realizarem o percurso num local e momento que considerassem oportuno, evitando assim aglomerações de pessoas, de forma a contribuir para a contenção da atual pandemia.

Apesar da corrida se ter realizado de forma individual, os participantes tiveram de pagar o valor de cinco euros para se puderem inscrever. No total, inscreveram-se 1.480 pessoas e foram angariados 28.800 euros: 7.400 euros do valor das inscrições, 7.400 euros doados pela autarquia e 14.000 doados por dois hipermercados.

O valor angariado “reverteu na totalidade para bens alimentares que vão ser entregues a famílias carenciadas do concelho” de Cascais, indicam os serviços de comunicação municipais. Frederico Nunes, vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Cascais, destaca a importância da iniciativa. “Já há seis meses que a Câmara Municipal de Cascais tem feito um investimento muito grande no abastecimento” das ‘Caixas Solidárias’, onde quem necessita pode levar alimentos.

Frederico Nunes assinala que se vivem “tempos difíceis face a esta pandemia”. “Há muitas famílias em situação de desemprego e de necessidade económica e, por isso, este reforço que hoje aqui temos vai permitir continuarmos a apoiar estas famílias”, destacou o responsável. A “Cascais Corrida de Natal” teve lugar no passado mês de dezembro, com a autarquia e dois hipermercados a replicarem o valor reunido com as inscrições dos participantes.

Tagged: