“apesar de o número de refugiados em Portugal ser relativamente baixo, quando comparado com outros países europeus, estamos a receber bons sinais”
“apesar de o número de refugiados em Portugal ser relativamente baixo, quando comparado com outros países europeus, estamos a receber bons sinais”O representante regional do alto-Comissariado da ONU para os Refugiados (aCNUR), Damtew Dessalegne espera que Portugal se comprometa a receber mais refugiados e a melhorar os mecanismos de integração existentes . Em 2007 recebeu 16 refugiados, sendo o último país na lista relativo ao número de pedidos de asilo e de reinstalação aceites, adianta a Lusa. Portugal comprometeu-se a receber anualmente – em coordenação com o Conselho Português para os Refugiados e o aCNUR – um mínimo de trinta refugiados.
O responsável, que falava numa sessão sobre os desafios da reinstalação e integração dos refugiados em Portugal, lembrou que na Europa apenas existem seis países com programas de reinstalação permanentes, que recebem cerca de 5. 000 refugiados por ano. a Europa recebeu, no ano passado, 45. 000 refugiados, o que apenas representa um por cento dos mais de quatro milhões de refugiados que existem actualmente no Iraque .
as estimativas do aCNUR para 2008 apontam para que cerca de 155. 000 pessoas em todo o mundo precisem de ser reinstaladas , adiantou Damtew Dessalegne. a preocupação da reinstalação foi salientada pelo representante regional do aCNUR. Se a reinstalação dos refugiados não for acompanhada por programas eficazes de integração, esta não faz sentido , disse.
aceitar pessoas na sociedade sem garantir-lhes o direito a emprego, habitação, educação e cidadania faz com que os programas nacionais de reinstalação sejam pouco eficazes e não tenham valor , acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *