Chade, a República Centro-africana e Sudão é um eixo de conflitos, tensões, que só pode ter uma resposta concertada, defende Ban Ki-moon
Chade, a República Centro-africana e Sudão é um eixo de conflitos, tensões, que só pode ter uma resposta concertada, defende Ban Ki-moon a tensão transfronteiriça, com ataques a civis e o deslocamento forçado de pessoas, que envolve o Chade, a República Centro-africana (RCa) e o Sudão deve ser tratada de forma unificada, o que está fora do mandato da missão actualmente levada a cabo pelas Nações Unidas no terreno, alertou esta quarta-feira o secretário-geral da ONU Ban Ki-moon.
Num relatório sobre a Missão na RC a e no Chade, conhecida pela sigla francesa MINURCaT, Ki-moon escreve: a crise interna no Chade, a situação dos refugiados e das pessoas deslocadas internamente no Leste do Chade e na República Centro-africana, as tensões entre o Chade e o Sudão e a situação no Darfur devem ser abordadas ao mesmo tempo.
Isto deve ser feito, acrescenta o secretário-geral, num esforço concertado que tenha em conta as causas profundas dos conflitos internos e as dimensões dos problemas regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *