Cumprir os compromissos, aumentar os esforços e acelerar o progresso: os países têm na acção conjunta a chave para alcançar os objectivos até 2015
Cumprir os compromissos, aumentar os esforços e acelerar o progresso: os países têm na acção conjunta a chave para alcançar os objectivos até 2015Todos temos de cumprir os nossos compromissos, aumentar os nossos esforços e acelerar o progresso. O fracasso não é uma opção. Estas ideias fortes são de Srgjan Kerim, o presidente da assembleia Geral das Nações Unidas, que apontava assim o melhor caminho a seguir para atingir os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) até 2015.
Estes objectivos visam a luta contra a pobreza, com uma erradicação gradual desta. Para Kerim, a responsabilidade mútua entre Estados ricos e pobres é então o único caminho a seguir para alcançar essa progressiva erradicação.
O presidente da assembleia Geral deixou claro que, perante as palestras e painéis de discussão que decorreram ao longo desta quarta-feira, em Nova Iorque, há maneiras de lá chegar: Temos as soluções, insistiu, antes de sublinhar que o fracasso não é uma opção.
Kerim disse ainda que era importante para não cair em acusações mútuas – que desviariam a atenção do que interessa, que é tomar medidas para atingir os ODM. Entre estes objectivos incluem-se, para além dos compromissos para reduzir drasticamente a pobreza, melhorar a saúde materno-infantil e garantir um maior acesso à água potável e saneamento básico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *