Os líderes dos diferentes credos religiosos, membros da conferência mundial “Religiões pela Paz” saudaram o recente apelo ao diálogo do rei addallah da arábia Saudita
Os líderes dos diferentes credos religiosos, membros da conferência mundial “Religiões pela Paz” saudaram o recente apelo ao diálogo do rei addallah da arábia SauditaO monarca propôs recentemente um encontro entre as religiões sobre temas da paz. Em comunicado, Religiões para a Paz recorda que na sua direcção a presença saudita é significativa e dela fazem parte dois secretários-gerais da Liga muçulmana mundial, ahmed Mohammed ali e abdullah bin Omar Nasseef.
O texto expressa o aplauso de diversas personalidades pela iniciativa do rei saudita. Entre outras, o rabino chefe David Rosen, presidente do comité internacional hebraico para a consulta inter-religiosa, sublinha a importância do apelo. Um tal diálogo multi-religioso poderia ter um impacto no Médio Oriente, favorecendo o empenho das religiões pela paz.
Mustafa Ceric, mufti da Bósnia-Herzegovina afirma: Muitos de nós conhecem bem a aflição, o sofrimento e a devastação que a guerra e os conflitos causam sobre os inocentes. É preciso que os crentes religiosos colaboramos para a paz.
O reverendo Leonid Kishkovsky, líder ortodoxo, moderador das religiões pela Paz, conclui: Uma autêntica cooperação inter-religiosa requer um reconhecimento honesto das diferenças religiosas. E acrescenta: Um empenho a cooperar sobre os valores morais partilhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *