Um estudo da Comissão Económica das Nações Unidas para a Ásia e Pacífico (ESCaP) indica que 218 milhões de pessoas estão a viver na pobreza extrema
Um estudo da Comissão Económica das Nações Unidas para a Ásia e Pacífico (ESCaP) indica que 218 milhões de pessoas estão a viver na pobreza extrema a Pesquisa Sócio-Económica da Ásia e do Pacífico 2008 revela que o abismo entre pobres e ricos continua a aumentar. a principal causa da crise económica é a negligência do sector agrícola, segundo a Rádio ONU.
O estudo adianta que se forem tomadas medidas apropriadas, 48 milhões de pessoas podem ser resgatadas da pobreza. a ESCaP recomenda ainda uma liberalização abrangente do comércio global de produtos agrícolas.
a agricultura concentra 60 por cento da população activa na Ásia. No entanto, o abandono de novas políticas de desenvolvimento do sector agravaram a situação dos mais pobres naquele continente, refere a Rádio ONU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *