Reflectir sobre a temática da prostituição é o objectivo da jornada que se realiza amanhã, 25 de Março, no Centro Universitário “Fé e Cultura”, em aveiro
Reflectir sobre a temática da prostituição é o objectivo da jornada que se realiza amanhã, 25 de Março, no Centro Universitário “Fé e Cultura”, em aveiro a iniciativa das Cáritas da Zona Centro (aveiro, Coimbra, Guarda, Lamego, Leiria/Fátima e Viseu) debruçar-se-á sobre um problema transversal a todas elas: a prostituição. aberta a todos os que estiverem interessados em participar, a Jornada é levada a cabo com o intuito de fazer uma aproximação à realidade, conhecendo e desenvolvendo estratégias adequadas de intervenção na área, adianta a organização.
Os trabalhos iniciam-se às 10h com a sessão de abertura, presidida pelo bispo anfitrião, antónio Francisco dos Santos. Contam ainda com a presença de várias personalidades, entre as quais, o presidente da Cáritas Portuguesa.
Prioridades na abordagem à problemática da prostituição, hoje conta com duas intervenções: Inês Fontinha, presidente da associação O Ninho – Prostituição e globalização: que intervenção?
Fernando Bessa Ribeiro, docente da Universidade de Trás-os Montes e alto Douro (U. T. a. D. ) apresenta Prostituição feminina em regiões de fronteira: o caso do Norte de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *