Os 20 jovens fizeram memória do “Séder”, refeição solene comemorativa do sacrifí­cio pascal
Os 20 jovens fizeram memória do “Séder”, refeição solene comemorativa do sacrifí­cio pascalPéssach (cordeiro assado), matsôt (pães ázimos), harrósset (acompanhamento doce) e marór (ervas amargas) foram experimentados pelos jovens pascoalinos nesta dramatização da ceia pascal, realizada na tarde de quinta-feira santa, em Constância.
Nesta vivência da Páscoa Jovem Missionária (PJM), os agentes secretos desta Missão impossível voltaram atrás no tempo , a um lar de família judia. ali foram assinalados vários momentos essenciais na ceia: Cerimónia da luz, a bênção da festa, O relato da saída do Egipto, acção de graças pela saída do Egipto, Louvor solene pelos alimentos e a Ceia pascal.
Tudo sob o olhar atento de uma dezena de pessoas da comunidade de Constância que se quiseram associar aos jovens neste momento da PJM. aos jovens foi-lhes explicado o simbolismo de aguardar de pé que fosse trazido o cordeiro. Jesus é o último e único sacrifício para compreendermos isso, assinalou o padre Luís Maurício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *