acordada visitas entre famílias sarianas e estabelecida nova ronda negocial. Poucos frutos para um conflito que se eterniza
acordada visitas entre famílias sarianas e estabelecida nova ronda negocial. Poucos frutos para um conflito que se eterniza a quarta ronda negocial sobre o Sara Ocidental voltou a desembocar num beco sem saída, com as duas partes intransigentes, sem abdicarem dos seus pontos de vista e não ouvirem os apelos do Conselho de Segurança e do secretário-geral das Nações Unidas, que tinham pedido uma abertura do governo de Marrocos e da Frente Polisário, para um avanço significativo nas conversações.
Marrocos rejeitou algumas das medidas humanitárias de confiança propostas pela mediação da ONU, de acordo com o relato do Sahara Press Service, a agência de notícias oficiosa do movimento independentista sariano.
apesar disso, Peter Van Walsum, representante pessoal de Ban Ki-moon, afirmou em comunicado que entre as propostas que fiz para alargar as medidas de segurança, houve um acordo entre as duas partes para explorar o estabelecimento de visitas de famílias, por via terrestre, que se juntaria ao actual programa de visitas aéreas.
Mas a Frente Polisário fez saber que não houve avanços significativos. a única certeza foi a marcação de uma quinta ronda de negociações, em data e local a definir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *