Depois de se ter encontrado com o chefe dos sacerdotes, Judas começou a procurar a melhor ocasião para entregar Jesus. Cfr. Mateus 26, 16
Depois de se ter encontrado com o chefe dos sacerdotes, Judas começou a procurar a melhor ocasião para entregar Jesus. Cfr. Mateus 26, 16Reflexão: a figura de Judas Iscariotes não agrada a ninguém.como foi possível que ele traísse Jesus, que o tinha chamado, instruído e amado? Ele pensava que a felicidade se podia comprar. Não compreendeu que a verdadeira felicidade estava sempre com ele, dia após dia, ou seja, era Jesus.
Nós não somos muito diferentes de Judas. É frequente associarmos a felicidade a coisas materiais, ao bem-estar material. Mas sabemos que as coisas não podem preencher o nosso coração com a verdadeira felicidade, se bem que elas sejam necessárias.
a felicidade encontra-se, como nos ensina Jesus, em colocar o próximo no centro da nossa vida, em servir, amar e perdoar. Sim! Ninguém é feliz sozinho.
Oração: Jesus, nossa felicidade, ajuda-nos a centrar a nossa atenção, o nosso afecto, o nosso amor e serviço nas pessoas à nossa volta. Faz-nos compreender que a felicidade não está nos bens materiais, nem na nossa comodidade. Ámen.
acção: Que relação tenho com as coisas materiais? E com as pessoas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *