Preocupados com o que consideram ser uma crescente difamação do Islão, líderes do mundo muçulmano vão avançar com acções legais contra quem ofender a sua religião ou os seus símbolos sagrados
Preocupados com o que consideram ser uma crescente difamação do Islão, líderes do mundo muçulmano vão avançar com acções legais contra quem ofender a sua religião ou os seus símbolos sagradosO mundo islâmico vai defender a sua religião de cartoonistas e de intolerantes religiosos, revela a agência associated Press. Os muçulmanos estão a ser visados por uma campanha de difamação, discriminação e intolerância, acusou Ekmeleddin Ihsanoglu, secretário-geral do grupo de 57 nações islâmicas, durante o encontro em Dakar.
Os países muçulmanos criaram um observatório que monitoriza a islamofobia a nível internacional e publica um relatório mensal sobre os contéudos alegadamente ofensivos que foram proferidos em discursos, publicados ou difundidos de algum outro modo. Esta medida não foi bem aceite pela organização International Humanist and Ethical Union, de Genebra que acusa os estados islâmicos de tentarem limitar a liberdade de expressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *