O governo vai criar um Observatório para a Emigração em parceria com o Instituto de Ciências Sociais para obter informação sobre a realidade da emigração portuguesa
O governo vai criar um Observatório para a Emigração em parceria com o Instituto de Ciências Sociais para obter informação sobre a realidade da emigração portuguesaO programa visa obter informação não só sobre a quantificação dos portugueses em cada país, mas também as motivações que os levaram um dia a sair ou a forma como se encontram ligados a Portugal , adiantou o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.
antónio Braga salientou que os portugueses da diáspora não valem apenas pelas transferências financeiras que fazem todos os meses para Portugal, mas porque se colocam nos países de acolhimento como vectores de desenvolvimento .
O responsável defendeu a necessidade de as associações de emigrantes portuguesas se unirem para ser mais fácil congregar projectos e favorecer a integração e vitalidade da própria comunidade e dos luso-descendentes . antónio Braga considera importante a existência, em cada região, e em cada cidade, eventualmente, uma casa de Portugal de referência que congregasse todos os interesses dos portugueses , referiu.
Isso permitiria que houvesse um interlocutor, não só com as autoridades do país de acolhimento mas também com Portugal , disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *