Três partidos aprovaram um projecto de resolução que prevê a criação de um “grupo de trabalho misto” no âmbito parlamentar para a “observação permanente e acompanhamento” da situação da pobreza
Três partidos aprovaram um projecto de resolução que prevê a criação de um “grupo de trabalho misto” no âmbito parlamentar para a “observação permanente e acompanhamento” da situação da pobrezaMaria do Rosário Carneiro, deputada independente do Partido Socialista, alertou para a persistência do problema da pobreza, classificando o fenómeno como intolerável , aquando da apresentação do diploma no plenário da assembleia da República (aR), adianta a Lusa.
a deputada defende que a aR deve assumir a missão de observação permanente e acompanhamento da situação da pobreza, nomeadamente através da criação de um grupo de trabalho misto, com deputados das comissões parlamentares de assuntos Constitucionais e de Ética.
O projecto prevê a apresentação de um relatório anual sobre a execução do Plano Nacional de acção para a Inclusão.
Durante a discussão em plenário da iniciativa, as bancadas da oposição reconheceram a necessidade de combater a pobreza, mas deixaram críticas à forma como o governo de maioria socialista tem abordado o problema, assim como à resignação subjacente ao projecto de resolução do PS.
O diploma foi aprovado com os votos favoráveis do Partido Socialista, Partido Comunista Português e Partido Ecologista os Verdes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *