Funcionários das Nações Unidas no Sudão pedem acesso livre às vítimas apanhadas no mais recente surto de violência
Funcionários das Nações Unidas no Sudão pedem acesso livre às vítimas apanhadas no mais recente surto de violênciaOs trabalhadores das agências humanitárias têm de ter acesso livre às vítimas apanhadas no mais recente surto de violência no Darfur Ocidental. O apelo de funcionários das Nações Unidas no Sudão é dirigido a todas as partes em guerra na região.
Temos de ter garantias de todos os lados para um acesso sem restrições às áreas agora afectadas, afirmou o coordenador humanitário das Nações Unidas ameerah Haq, numa conferência de imprensa realizada esta quarta-feira em Cartum. O apelo foi retomado pelos representantes locais do alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, da Unicef, do Programa alimentar Mundial e da Coordenação dos assuntos Humanitários.
Haq, que é também o representante especial para o Sudão do secretário-geral das Nações Unidas, sublinhou que é particularmente importante que os trabalhadores tenham acesso à área de Jebel Moun, no Darfur Ocidental – que as tropas governamentais sudanesas nacionais têm concedido, mas que os rebeldes do Movimento Justiça e Igualdade têm negado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *