as comissões de protecção de menores do distrito de Leiria têm em mãos 1. 800 processos de crianças em situações de risco. abandono escolar e pobreza são dois dos problemas
as comissões de protecção de menores do distrito de Leiria têm em mãos 1. 800 processos de crianças em situações de risco. abandono escolar e pobreza são dois dos problemas a secretária de Estado adjunta e da Reabilitação, Idália Moniz, revelou ontem em Leiria que estão a ser procuradas respostas para estes casos. O trabalho tem que ser direccionado para uma mudança no combate ao abandono escolar, adianta o Diário de Leiria na edição de hoje.
Em 2007, as comissões de protecção de menores e crianças em risco evitaram que mais de 20 mil crianças tivessem abandonado a escola. É bom que as pessoas percebam que a qualificação dos filhos é cada vez mais importante em termos futuros, mas a realidade é que a negligência tem disparado, acrescentou Idália Moniz.
Para o combate ao insucesso escolar, a secretária de Estado sublinha a importância da figura do professor-tutor, que despende parte do seu horário para apoiar as comissões de protecções de menores. O objectivo é que, até 2010, as comissões de menores tenham um professor-tutor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *