Monsenhor Paul Faraj Rahhu, arcebispo de Mossul, foi sequestrado. Nações Unidas condenam ataque que fez três mortos
Monsenhor Paul Faraj Rahhu, arcebispo de Mossul, foi sequestrado. Nações Unidas condenam ataque que fez três mortosaltos responsáveis das Nações Unidas no Iraque condenaram ontem o sequestro de um arcebispo católico caldeu num ataque no Norte da cidade de Mossul, que provocou a morte do motorista do líder religioso e de dois dos seus guarda-costas.
Staffan de Mistura, representante especial do secretário-geral, denuncia o contínuo rapto, assassínio, bem como a segmentação das minorias religiosas, de acordo com uma declaração divulgada esta segunda-feira em Bagdad.
É assustador que continuem estes ataques às comunidades que viveram juntas pacificamente durante séculos no Norte do Iraque, afirmou Mistura, na sequência do rapto de monsenhor Paul Faraj Rahhu, arcebispo de Mossul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *