“Quatro novos santos, mulheres e homens que viveram em contextos e épocas diferentes, mas unidos pelo amor incondicionado a Cristo e pelo serviço aos mais necessitados”
“Quatro novos santos, mulheres e homens que viveram em contextos e épocas diferentes, mas unidos pelo amor incondicionado a Cristo e pelo serviço aos mais necessitados”Vão ser canonizados mais quatro bem-aventurados. a cerimónia realiza-se 12 de Outubro.
Os quatro novos santos são: Caetano Errico, sacerdote e fundador dos Missionários dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria; Maria Bernarda Bütler, virgem, fundadora da Congregação das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria auxiliadora; alfonsa da Imaculada Conceição (anna Muttathupadathu), religiosa da Congregação das Clarissas da Terceira Ordem de São Francisco; e Narcisa de Jesus Martillo Morán, leiga equatoriana.
Caetano Errico, napolitano, de origens humildes, viveu na Itália do séc. XIX. Distinguiu-se pelo amor para com os doentes e os pobres. Morreu em sua cidade natal em 1860, após ter fundado em 1833 a congregação dos Missionários dos Sagrados Corações de Jesus e Maria.
Narcisa de Jesus Martillo Morán, equatoriana, ficou órfã aos vinte anos de idade. Figura mística, entrava frequentemente em êxtase e infligia a si ásperas penitências corporais pela conversão dos pecadores. Morreu aos 37 anos, em 1869.
Maria Bernarda Bütler foi superiora do Mosteiro das Capuchinhas de Maria auxiliadora de altstatten. Partiu em missão. No Equador, e depois na Colômbia, promoveu numerosas iniciativas de caridade.
alfonsa da Imaculada Conceição, indiana, originária do Estado de Kerala, foi admitida entre as Clarissas Malabarenses. apesar das dores sofridas por causa de uma saúde frágil, viveu esse sofrimento como dom do Senhor. O seu túmulo é meta de peregrinações de católicos, muçulmanos e hinduístas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *