Jovens de várias aldeias da ilha de Guam, Micronésia, trabalham há três anos para poder participar na Jornada Mundial da Juventude na austrália
Jovens de várias aldeias da ilha de Guam, Micronésia, trabalham há três anos para poder participar na Jornada Mundial da Juventude na austráliaSerão 350 os jovens que, de 15 a 20 de Julho, estarão em Sidney para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Segundo Marianas Variety News, o principal jornal da Micronésia, o entusiasmo da juventude local está ao rubro. a comunidade católica representa 90 por cento da população da ilha, uma das mais remotas da Oceânia.
Para superar as dificuldades logísticas e económicas, a comunidade católica mantém alguns contactos com os católicos do mesmo continente e da igreja universal. Em Yigo e noutras aldeias, os jovens estão a trabalhar para recolher fundos que lhes permitam estar presentes em Sydney.
O coordenador local da JMJ, Tarsila Muth, promoveu diversas actividades culturais, vendas, eventos desportivos em colaboração com a paróquia de Santa Bernardete, para apoiar a peregrinação. Segundo Tarsila Muth, estes eventos ajudam a crescer espiritualmente os jovens. além disso são úteis para promover o lazer e o apoio às famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *