Bento XVI denunciou o rapto “execrável” do arcebispo caldeu de Mossul, uma cidade do Norte do Iraque,adianta a agência Lusa
Bento XVI denunciou o rapto “execrável” do arcebispo caldeu de Mossul, uma cidade do Norte do Iraque,adianta a agência LusaNum comunicado, o Papa salientou a sua tristeza na sequência deste sequestro que atinge profundamente a Igreja . O Pontífice manifestou a sua simpatia ao patriarca Emmanuel III Delly e a toda a comunidade cristã assim como às famílias das vítimas .
O arcebispo caldeu de Mossul, no bairro Nour, foi raptado depois da celebração naigreja al-Safina, quando regressava a casa. Homens armados raptaram-no e mataram o seu motorista e dois guarda-costas, indicou o coronel Khaled abdel Sattar. O Vaticano, admite que o rapto foi uma acto premeditado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *