Uma em cada cinco crianças estão expostas ao risco de pobreza. Este é um dos dados do relatório da Comissão Europeia que é apresentado amanhã, 25 de Fevereiro
Uma em cada cinco crianças estão expostas ao risco de pobreza. Este é um dos dados do relatório da Comissão Europeia que é apresentado amanhã, 25 de FevereiroO documento, a que a Lusa teve acesso, e que deverá ser adoptado no dia 29, pelo Conselho de Ministros do Emprego e Segurança Social, revela que, em Portugal, há mais de 20 por cento de crianças expostas ao risco de pobreza. Portugal está em penúltimo lugar e é apenas ultrapassado pela Polónia.
Nesta tabela, a Finlândia e a Suécia apresentam apenas sete por cento de risco. No estudo são consideradas tanto crianças que vivem com adultos desempregados como as que vivem em lares onde não há desemprego.
O relatório divide os estados-membros em quatro grupos, consoante os resultados nacionais em cada um de três grandes sectores: desemprego, pobreza dos trabalhadores e insuficiência da assistência social. assim, com melhores resultados, no grupo a, com níveis baixos de desemprego, de pobreza nos lares onde há crianças e segurança social eficaz, estão incluídos Áustria, Chipre, Dinamarca, Finlândia, Eslovénia, Holanda e Suécia. O grupo B integra alemanha, Bélgica, Estónia, França, Irlanda e República Checa. Eslováquia, Hungria, Malta e Reino Unido estão no grupo C. No grupo D estão incluídos países onde se registam níveis relativamente altos de pobreza nas crianças, extremamente elevados em trabalhadores e uma fraca assistência social, inclui Espanha, Grécia, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Polónia e Portugal. O relatório exclui a Bulgária e a Roménia, os últimos a aderir à União Europeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *