Para proteger menores camaroneses e chadianos, Nações Unidas lançam vacinação contra o sarampo e poliomielite
Para proteger menores camaroneses e chadianos, Nações Unidas lançam vacinação contra o sarampo e poliomieliteMais de 35 mil bebés e crianças foram vacinados contra o sarampo e poliomielite no nordeste dos Camarões, que acolhe dezenas de milhares de refugiados do vizinho Chade. a campanha foi desenvolvida pelas Nações Unidas em parceria com o Governo camaronês e organizações não-governamentais.
a coordenadora das Nações Unidas para o país, Sophie de Caen, diz que sempre que se verificam movimentos populacionais, como os que se verificaram nas últimas semanas, por causa dos confrontos no Chade, aumenta substancialmente a possibilidade de eclosão de epidemias.
Temos imediatamente de tomar medidas, para assegurar que todas as crianças da área afectada estejam protegidas contra as mais perigosas doenças, explicou Sophie de Caen.
Todos os bebés e crianças com mais de seis meses de idade e menos de 15 anos foram vacinados contra o sarampo e todos os que têm menos de cinco, incluindo recém-nascidos, foram vacinados contra a poliomielite.
a campanha de vacinação dividida pelos lactentes e crianças compreendidas nestas faixas etárias, em todo o distrito, asseguram a protecção tanto das crianças dos Camarões como dos [menores] refugiados, afirmou por sua vez Silvia Luciani, representante da UNICEF no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *