Um recente programa televisivo trouxe à luz mais um caso de abuso sobre mulheres. Desta vez, é o assédio sexual de treinadores desportivos
Um recente programa televisivo trouxe à luz mais um caso de abuso sobre mulheres. Desta vez, é o assédio sexual de treinadores desportivosUm treinador apareceu no programa a afirmar que as relações sexuais e a violência física são duas formas de controlar os atletas. Estas práticas são usadas frequentemente para dominar as equipas femininas e fazer com que as atletas obedeçam ao treinador, disse, confirmando que esta forma de abuso é bastante difuso no meio desportivo, designadamente no basquetebol.
É difícil determinar a verdadeira extensão do problema. a maior parte dos casos nunca são denunciados. Infelizmente, a vítima de assédio sexual é ainda hoje considerada vítima de maldição grave. Estas atletas sentem-se humilhadas e incapazes de enfrentar a esfera pública, para além de temerem represálias.
Um treinador foi acusado e detido, o ano passado, por assédio sexual. Várias atletas da equipa sentiram-se obrigadas a declarar que não o tinham denunciado. Temeram o poder que ele exercia sobre as suas carreiras. Há muitos casos que, apenas tornados públicos, são imediatamente abafados. Tornam-se potencialmente danosos para a reputação da escola ou empresa proprietária da equipa. Mais ainda: os treinadores envolvidos nestes casos encontram facilmente trabalho noutras equipas.
O Conselho dos Desportos da Coreia afirmou que iria investigar vários casos de suposto assédio sexual.como acontece quase sempre, neste como noutros casos, trata-se de uma declaração destinada apenas a sacudir o pó e a mostrar que se está a tomar uma posição séria sobre o assunto. Pouco a pouco, os casos cairão no esquecimento. O assédio sexual continuará a prevalecer nesta sociedade ainda influenciada pelo sistema confuciano, onde o superior manda e o inferior cala e obedece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *