Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso. Não vos torneis juízes para não serdes julgados; não condeneis para não serdes condenados; perdoai e sereis perdoados. Cfr. Lucas 6, 36
Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso. Não vos torneis juízes para não serdes julgados; não condeneis para não serdes condenados; perdoai e sereis perdoados. Cfr. Lucas 6, 36Reflexão: Jesus era famoso por tantos motivos. Um deles era a sua radicalidade. Não se limitava a convidar as pessoas a serem boas, misericordiosas e humildes. Convida-nos a sermos como o Pai.
amar como Deus ama é impossível. Mas não nos chega simplesmente o nosso modo humano de amar. O Evangelho é um desafio ao crescimento pessoal e comunitário na fé e no amor.
Devemos dar testemunho da nossa fé não só na igreja e nos grupos paroquiais, mas sobretudo em nossa casa, no local de trabalho e onde quer que nos encontremos. É precisamente aí que o evangelho deve tornar-se acção, através da nossa acção.
Oração: Jesus, nosso desafio, torna-nos conscientes do nosso dever de anunciar o evangelho a todos, não apenas com o conhecimento dos nossos limites, mas sobretudo das nossas capacidades. Ámen.
acção: Para mim, a missão é tarefa só dos padres, freiras e leigos empenhados na paróquia e no estrangeiro, ou é também minha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *