a Santa Sé acompanha com grande atenção a situação criada pela declaração unilateral de independência do Kosovo
a Santa Sé acompanha com grande atenção a situação criada pela declaração unilateral de independência do KosovoMas neste momento a Santa Sé sente, antes de mais nada, a responsabilidade da sua missão moral e espiritual, que se refere também à paz e às boas relações entre as nações, portanto, convida todos, em particular os responsáveis políticos da Sérvia e de Kosovo, à prudência e à moderação, e pede um compromisso concreto e decisivo para impedir reações extremistas e violentas.
Em comunicado, difundido pela Sala de imprensa, o Vaticano lembra que deve ser dada particular atenção à salvaguarda da democracia e do estado de direito. No Kosovo deverão ser aplicadas as leis internacionais sobre o respeito dos direitos de todas as minorias étnicas, religiosas e linguísticas, sublinha a nota divulgada.
O Vaticano recorda que sempre solicitou ativamente medidas para evitar soluções impostas e favorecer negociações diretas entre Belgrado e Pristina, a fim de conjugar as aspirações das partes interessadas. a declaração da independência da província sérvia feita pelo primeiro-ministro Hashim Thaci durante uma sessão especial, na capital Pristina, contou com a presença de 104 parlamentares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *