Um dramático apelo do pároco. Pretende “romper o muro de silêncio à vota da faixa” de Gaza
Um dramático apelo do pároco. Pretende “romper o muro de silêncio à vota da faixa” de Gaza a alimentação não é suficiente. Falta água, a energia eléctrica funciona poucas horas por dia. Os negócios estão vazios. Falta trabalho, é difícil encontrar medicamentos. as crianças choram desesperadas. E a comunidade internacional fica calada.
O pároco católico de Gaza, Manuel Musallam, teme um ataque do exército israelita. as fronteiras estão fechadas, declara. Não vivemos apenas numa prisão, mas no quarto das torturas. E acrescenta: as condições da população são dramáticas.
Nesta situação, os cristãos enfrentam uma prova adicional. Os ataques dos fanáticos islâmicos. É recente a notícia do atentado contra o centro multiusos ortodoxo de Gaza. a biblioteca dos jovens com milhares de livros foi devastada pelo fogo.
O pároco considera que o ataque não foi dirigido contra a comunidade cristã, mas contra um certo estilo de vida ocidental. Explica: Segundo uma visão fanática do Islão, seria demasiado liberal. Tudo isto estará em relação com os cartoons blasfemos na Dinamarca. Um problema ainda vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *