Jesus disse aos seus discípulos : O que quereis que os homens vos façam, fazeio-o vós a eles. Isto é a Lei e os Profetas. Cfr. Mateus 7,12
Jesus disse aos seus discípulos : O que quereis que os homens vos façam, fazeio-o vós a eles. Isto é a Lei e os Profetas. Cfr. Mateus 7,12Reflexão: Jesus acusava frequentemente os escribas e fariseus de serem demasiado agarrados às regras e preceitos da Lei. Para Ele, o primeiro lugar não eram nem a Lei, nem os milhares de preceitos da religião. a prioridade era a pessoa.
Jesus insiste que a nossa oração deve tornar-se acção concreta. Isto é, expressão do que acabamos de rezar. a oração é mais do que uma maqis ou menos longa lista de pedidos. É louvor a Deus pelos seus dons.
a oração segundo Jesus deve tornar-se disponibilidade ao amor através do serviço. Doutra forma seremos como os escribas e fariseus.
Oração: Jesus, mestre de oração, ensina-nos a fazer da nossa oração uma escola de serviço, de caridade e solidariedade. Faz que pela nossa oração os outros possam conhecer e amar a Deus como Pai. Ámen.
acção: Quando falo com Deus, o que é que Lhe apresento? Uma longa lista de pedidos ou o meu coração disposto a servir os outros?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *