Há 250 mil crianças que são recrutadas e são utilizadas em conflitos armados, em pelo menos 13 países do mundo
Há 250 mil crianças que são recrutadas e são utilizadas em conflitos armados, em pelo menos 13 países do mundoafeganistão, Birmânia, Burundi, Chade, República Centro-africana, Colômbia, República Democrática do Congo, Filipinas, Nepal, Somália, Sudão, Sri Lanka e Uganda são os países onde mais casos se verificam, adiantam as Nações Unidas.
Em 2007, dez destes países assinaram os Compromissos de Paris, onde os países prometem combater a mpunidade de autores de recrutamento ou utilização ilegal de menores e investigar e perseguir essas pessoas, opondo-se à amnistia destes crimes nos acordos de paz.
a libertação das crianças não deverá estar sujeita a condições e as crianças soldados acusadas de crimes devem ser consideradas em primeiro lugar como vítimas e violação do direito internacional e não apenas como presumíveis culpados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *