a Comissão Europeia vai destinar um fundo humanitário de emergência de dois milhões de euros para apoio aos refugiados, deslocados e outros grupos vulneráveis afectados pelo conflito no Chade
a Comissão Europeia vai destinar um fundo humanitário de emergência de dois milhões de euros para apoio aos refugiados, deslocados e outros grupos vulneráveis afectados pelo conflito no Chade Estou profundamente preocupado por estarmos a assistir a uma nova crise humanitária grave e quero ter a certeza de que as organizações humanitárias têm os meios de que necessitam para ajudar as pessoas vulneráveis tão cedo quanto possível , afirmou o comissário europeu responsável pelo Desenvolvimento e ajuda Humanitária.
Louis Michel comentou que os confrontos na capital do Chade e arredores forçaram dezenas de milhares de pessoas a deslocarem-se para a fronteira com os Camarões. a situação é também extremamente precária para aqueles que permanecem em N’Djamena, apontou o comissário.
a União Europeia tem prevista uma missão militar no Chade, que foi suspensa devido aos recentes ataques dos rebeldes e consequente instabilidade vivida no território.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *