O Vaticano está a seguir “com particular atenção” os desenvolvimentos na província independentista da Sérvia
O Vaticano está a seguir “com particular atenção” os desenvolvimentos na província independentista da Sérvia No que se refere a uma eventual declaração de independência do Kosovo, a Santa Sé seguirá a situação com uma atenção particular e terá em conta, para se decidir, a orientação da comunidade internacional , adianta o comunicado emanado do Vaticano, depois de Bento Xvi ter recebido o presidente do Kosovo .
ao receber Fatmir Sedjiu, o Papa quis exprimir a sua proximidade a toda a população desta terra onde o cristianismo está presente desde os primeiros séculos da nossa era . O Vaticano considera que é necessário garantir a segurança e o respeito dos direitos de todos os habitantes .
a maioria dos países da União Europeia e os Estados Unidos estão dispostos a reconhecer rapidamente a independência do Kosovo, apesar da oposição da Sérvia e da sua antiga aliada, a Rússia. O Kosovo, administrado pela ONU desde Junho de 1999, tem uma população constituida em mais de 90 por cento por albaneses que reivindicam a independência da província sérvia.
a Santa Sé não descuida qualquer ocasião para exortar à reconciliação, à justiça e à paz na região, adianta o comunicado. 65 mil fiéis católicos vivem hoje no Kosovo, cuja população é na sua maioria muçulmana, mas que é considerado pelos sérvios, cristãos ortodoxos, como o seu berço espiritual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *